top of page

BAHIA | AGOSTO LILÁS PAUTA ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM URUÇUCA


Tabôa Fortalecimento Comunitário


Foto: Acervo Tabôa/Florisval Neto

A Tabôa Fortalecimento Comunitário, organização sediada em Serra Grande (Uruçuca, Bahia), realiza uma programação voltada para o Agosto Lilás, somando forças na mobilização para a prevenção e o enfrentamento das diversas formas de violência contra as mulheres. A agenda é realizada em parceria com as Promotoras Legais Populares (PLPs) de Uruçuca e a Prefeitura de Uruçuca.

Na sede do município, serão realizados atendimentos e serviços, além de palestras, atividades culturais e recreativas, no sábado, dia 19, a partir de 8h, na Praça Gilberto Moura, próximo à Igreja São José.

Já em Serra Grande, na quinta-feira, dia 24, às 17h30, acontece a Prosa Comunitária com o tema “Violência contra a mulher, um debate comunitário. Vamos falar sobre isso?”. O encontro visa reunir a comunidade para discutir o tema na Cabana do Veloso (Rua Osmar Simões, 25, bairro Almir Carapiá).


Ainda em Serra Grande, no sábado, dia 26, a partir de 8h, serão realizadas palestras, atendimentos e serviços gratuitos, além de atividades culturais e recreativas, na Praça Pedro Gomes. As atividades são abertas ao público.


A programação de 2023 foi construída conjuntamente com as PLPs, que são egressas da formação realizada pela Tabôa, em 2022, com metodologia e parceria técnica da Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos, organização que desenvolveu e dissemina a tecnologia social. As Promotoras Legais Populares são mulheres que, voluntariamente, escutam, orientam, dão conselhos e auxiliam outras mulheres no acesso à justiça e aos serviços que devem ser procurados quando sofrem algum tipo de violação de seus direitos.


Agosto Lilás

A cada dia, 50 mil mulheres sofreram algum tipo de violência em 2022. Este e outros dados divulgados na quarta edição da pesquisa “Visível e Invisível” - realizada pelo Instituto Datafolha, a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública - são um alerta de que, apesar dos avanços conquistados nas últimas décadas, ainda há muito a se fazer para assegurar o direito de toda mulher viver livre de violência.


O mês lembra a aprovação, há 17 anos, da Lei Maria da Penha (11.340/06), por meio da qual a violência doméstica contra a mulher é tipificada como crime e são apontadas formas de evitar, enfrentar e punir a agressão. “A Tabôa trabalha de forma transversal com a pauta da equidade de gênero, em especial com mulheres, seja no fortalecimento do empreendedorismo feminino, no apoio a projetos liderados por mulheres e para mulheres, com formações e capacitações. Um exemplo foi a formação de Promotoras Legais Populares (PLPs) que aconteceu em 2022 e a realização do Agosto Lilás que acontece desde 2018”, conta Karine Araújo, coordenadora do Programa de Desenvolvimento Territorial da Tabôa. “Este ano, teremos mais uma edição desse evento que, pela primeira vez, acontecerá também na sede do município de Uruçuca”, anuncia.

Comments


bottom of page