top of page

CIRCULAÇÃO PROFUNDANÇAS MULHERES EM DIALOGO

Atualizado: 24 de mai. de 2022

Programação gratuita discute mulher, literatura e mercado editorial brasileiro.

Assessoria de Comunicação

Card promocional do projeto Profundanças. De fundo azul e fontes nas cores branco, amarelo e magenta. Anuncia: "Governo da Bahia apresenta: Circulação Profundanças Mulheres em Diálogo 2022. Rodas de conversa; Oficinas. De maio a agosto. Produção: Voo Audiovisual. Apoio Financeiro: Fundação cultural do Estado da Bahia (FUNCEB); Fundo de Cultura; Governo do Estado; Secretaria de Cultura; Secretaria da Fazenda."

"Aos 12 anos, minha patroa rasgou o meu caderno de poemas. Mas continuei escrevendo e publiquei pela primeira vez em Profundanças.” A história de Celeste Barros inspirou a criação do circuito editorial. O projeto vai ganhar site próprio, promover rodas de conversa e oficinas gratuitas.

A programação da Circulação Profundanças - Mulheres em Diálogo celebra os oito anos do circuito editoral Profundanças que, em três antologias elaboradas de forma completamente colaborativa, já publicou poemas de 51 escritoras, em sua maioria nordestinas e inéditas. Assim, entre maio e agosto, serão realizadas rodas de conversa e oficinas gratuitas que terão como foco a participação de escritoras e fotógrafas que atuam na terceira edição do livro.

As ações promovidas pelo circuito buscam mitigar a desigualdade de gênero que ainda caracteriza o campo editorial e literário brasileiro. Uma pesquisa realizada pela professora da Universidade de Brasília, Regina Dalcastagnè, publicada em 2012 no livro “Literatura brasileira contemporânea: um território contestado”, revela que, entre 1990 e 2004, 72% dos romances brasileiros publicados pelas maiores editoras brasileiras tiveram autoria de homens. É por isso que, buscando consolidar e ampliar cada vez mais escritos de mulheres, Profundanças também ganha site próprio, www.profundancas.com, onde é possível que leitoras/es acessem gratuitamente todas as antologias que compõem o projeto, além de poderem navegar por histórias que permeiam as publicações.


Mulher e literatura na programação

Durante os próximos quatro meses, a circulação promoverá oito momentos em que o público poderá compartilhar vivências e dialogar com as autoras e fotógrafas participantes do livro Profundanças 3. A programação de maio já está definida:


Card promocional do projeto Profundanças. De fundo azul e magenta e fontes nas cores branco, amarelo e magenta. Anuncia: "Governo da Bahia apresenta: Circulação Profundanças Mulheres em Diálogo. Roda de conversa: Yasmin Morais (Bahia); Vania Melo (Bahia); Isabelly Moreira (Pernambuco); Maria Ruana (Pernambuco). A data definida é 11/05/22 no canal do Youtube de nome Profundanças. Carga horaria: 02 horas (19h às 21h). Produção: Voo Audiovisual. Apoio Financeiro: Fundação cultural do Estado da Bahia (FUNCEB); Fundo de Cultura; Governo do Estado; Secretaria de Cultura; Secretaria da Fazenda."

A primeira roda de conversa será realizada no dia 11 de maio, às 19h, no canal www.youtube.com/profundancas. Nela, dialogam as escritoras Yasmin Moraes (BA), Vânia Melo (BA), Isabelly Moreira (PE) e a fotógrafa Maria Ruana (PE). O mote do encontro será a resistência de mulheres no campo das artes.


Card promocional do projeto Profundanças. Com as cores de fundo magenta amarelo e fontes nas cores branco, azul e magenta. Anuncia: "Governo da Bahia apresenta: Circulação Profundanças Mulheres em Diálogo. “Pelas veredas da poesia do Pajeú” oficina com Isabelly Moreira, poeta - Sao José do Egito (PE). A data definida é 21/05/22. Carga horaria: 03 horas (14h às 17h) na plataforma Zoom meetings. Produção: Voo Audiovisual. Apoio Financeiro: Fundação cultural do Estado da Bahia (FUNCEB); Fundo de Cultura; Governo do Estado; Secretaria de Cultura; Secretaria da Fazenda."

Já a oficina “Pelas veredas da poesia do Pajeú”, ministrada por Isabelly Moreira, acontece no dia 21 de maio, de 14h às 17h. Nessa atividade o público poderá conhecer a poética de tradição oral secularmente praticada no sertão do Pajeú (Pernambuco), território conhecido como “berço imortal da poesia”. As vagas são limitadas e a inscrição gratuita pode ser realizada no site. Haverá emissão de certificado para quem se inscrever na oficina e na roda de conversa.


Escrever acima de tudo

Comumente, os poemas e a vontade de fazer literatura não encontram terreno fértil para florescer. Na contramão deste quadro, 24 escritoras da Bahia, Pernambuco e São Paulo nasceram para o mundo publicando pela primeira vez em Profundanças. E o projeto pretende estender essa lista nas próximas edições.

Para a idealizadora do circuito editorial, Daniela Galdino, tantas conversas com mulheres potentes causaram perturbações. “E o incômodo maior era esse: as gavetas engolindo tantos escritos. A cena se repete em lugares tão díspares - Recife, Itabuna, Feira de Santana, Ilhéus, Garanhuns, Brumado, Salvador. Gaveta: vala comum? Dessa perturbação surgiu a ideia de organizar uma antologia literária”, conta Daniela.

Para a pernambucana Odília Nunes, viver é o que inspira a escrita. “É bonito saber de meus escritos indo além do meu caderno. Minha primeira publicação ser em conjunto, como foi Profundanças é algo que me alegra bastante”, conta. Autora de “Na terra quero ficar”, um dos textos que compõem a terceira edição da antologia, Odília lembra que no período de produção do ensaio fotográfico sofreu um grave acidente de carro. O primeiro impulso foi desistir de participar do livro. No entanto, a autora e a fotógrafa Renata Pires deram à situação um significado que ficaria para sempre registrado. “O ensaio foi um ritual de cura que senti de fazer no pós-acidente de carro”, lembra. A escritora raspou os cabelos e representou esse momento na ação performática que resultou no conjunto de fotografias inseridas no livro Profundanças 3. Odília é uma das escritoras que estarão presentes na circulação.

Publicada aos 19 anos, Yasmin Morais, é a escritora mais jovem a participar de Profundanças. Vencedora do Prêmio Malê de Literatura 2019, sua produção é cada vez mais conhecida fora da Bahia. “Ter sido publicada em Profundanças foi um divisor de águas em minha carreira, em minha vida. Tive a possibilidade de estar em contato com mulheres que possuem uma poética potente, apesar de serem, por vezes, invisibilizadas devido ao contexto em que estamos”. Fotografada por Andreza Mona, até hoje o momento do ensaio reverbera na escritora. “Me recordo das sensações que foram suscitadas durante o ensaio e do quanto me deixaram inspiradas”, lembra Yasmin. A escritora e a fotógrafa também participarão da programação da circulação.

Já a escritora baiana Celeste Barros não parou de escrever, mesmo com a hostilidade da patroa que jogou seu caderno de poemas no lixo. Outros detalhes de sua história se assemelham a da escritora Carolina de Jesus: Celeste também precisou interromper a escolaridade ainda na infância e começou a trabalhar desde cedo como doméstica, enfrentando situações de racismo. Mas a sua persistência, além de inspirar a criação da antologia, a levou ao mundo das publicações literárias pela primeira vez na edição inaugural de Profundanças, em 2014. Hoje, ela já tem poemas divulgados em outros espaços e recitados em saraus virtuais. "Eu não quero ser invisível. Tenho uma relação de amor com as palavras, pois elas relatam a vida. Quero cada vez mais declarar a pessoa que sou por meio dos poemas e, para isso, já estou preparando meu próximo livro”, revela a escritora.

O projeto Circulação Profundanças - Mulheres em Diálogo busca trazer o público para mais perto da proposta da antologia Profundanças. Foi contemplado pelo Edital Setorial de Literatura 2019 e tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia. A produção é da Voo Audiovisual. Mais informações podem ser acessadas nas redes sociais em @profundancas.


Artistas participantes do projeto: a poeta Isabelly Moreira, as escritoras Vânia Melo e Yasmin Moraes e a fotógrafa Maria Ruana.


SERVIÇO:

Circulação Profundanças - Mulheres em Diálogo. Programação de maio:

  • Lançamento oficial do site www.profundancas.com, onde é possível baixar todos os livros gratuitamente.

  • 11 de maio, às 19h - Primeira Roda de Conversa Mulheres em Profundanças - Yasmin Moraes (BA), Vânia Melo (BA), Isabelly Moreira (PE) e Maria Ruana (PE).

  • 21 de maio, às 14h - Oficina gratuita “Pelas veredas da poesia do Pajeú”, ministrada por Isabelly Moreira. Vagas limitadas. Inscrições em: www.profundancas.com

Produção: Voo Audiovisual.


Apoio financeiro: O projeto foi contemplado pelo Edital Setorial de Literatura 2019 e tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia.



Komentarai


bottom of page