NOTA CONJUNTA EM REPÚDIO AO ASSASSINATO DE GENIVALDO, CIDADÃO SERGIPANO DO MUNICÍPIO DE UMBAÚBA

Atualizado: 1 de jun.

Reprodução do Instagram @consulta_oficial.

A Consulta Popular-SE, O Movimento de Trabalhadores e Trabalhadoras por Direitos (MTD-SE), Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (MOTU-SE), Movimento Camponês Popular (MCP-SE), Levante Popular da Juventude-SE, Frente Estadual de Desencarceramento-SE , Associação de geografos e geografas do Brasil(AGB, seção Aracaju), e a Rede Nacional de Advogados Populares (RENAP), vêm por meio desta nota repudiar o assassinato feito por agentes da Polícia Rodoviária Federal de Sergipe (PRF), ocorrido ontem (25), no trecho da BR-101, que passa no município de Umbaúba.


As cenas gravadas demonstram a total torpeza dos policiais rodoviários, que após imobilizarem o Sr. Genivaldo, o assassinaram usando asfixia com gás de pimenta no porta-malas da viatura. Antes disso, os policiais foram informados de que Sr. Genivaldo sofria de transtornos e estava em um momento de surto, mas nenhum argumento foi capaz de cessar a violência injustificada.


Tal fato nos leva a refletir como a polícia brasileira se vê confortável em exercer a repressão de maneira desproporcional e sem justificativa, esse pleno conforto é legitimado pelo racismo estrutural, instalado no DNA das instituições do país, desde a fundação da nossa sociedade, potencializado pela atual conjuntura de ascensão do neofascismo no Brasil, tendo como sua maior liderança o presidente Bolsonaro. As ações de despejo realizadas recentemente no centro de São Paulo, assim como a chacina ocorrida no Rio de Janeiro (24), só demonstram o uso da violência para fins políticos e eleitorais, desprezando a vida humana da classe trabalhadora, especialmente a dos negros e negras, principais alvos das ações violentas do Estado brasileiro.


Somos solidários à família do Sr. Genivaldo e nos somamos aos gritos de justiça que foram levantados hoje nas manifestações que ocorreram no município. Toda a sociedade sergipana encontra-se estarrecida e deve cobrar a punição exemplar dos policiais autores do homicídio.


JUSTIÇA POR GENIVALDO!


26 de maio de 2022.


ASSINAM:


CONSULTA P