top of page

NOTA DE PROFUNDO PESAR E INDIGNAÇÃO PELO ASSASSINATO DA IALORIXÁ MARIA BERNADETE PACÍFICO

Rede de Pesquisa GeografAR


Ialorixá Maria Bernadete, liderança quilombola. Foto: Conaq

A Rede de Pesquisa GeografAR manifesta seu mais profundo pesar pelo assassinato da liderança quilombola e Ialorixá Maria Bernadete Pacífico, conhecida como Mãe Bernadete, da comunidade quilombola de Pitanga dos Palmares, em Simões Filho, Bahia. Mãe Bernadete foi executada em seu terreiro, em Simões Filho, na noite de ontem, 17 de agosto. Seu filho, Binho do Quilombo, outra liderança quilombola, já tinha sido assassinado em 2017. Ainda que estejamos em 2023, este crime ainda não foi solucionado.

No ano em que o IBGE informa dados de quilombos, vê-se mais uma liderança assassinada. Infelizmente, os conflitos sobre os povos do campo e assassinatos de lideranças tem o seu fundamento na não titulação dos territórios. A Rede de Pesquisa GeografAR se solidariza com a Conaq, amigos e familiares de Mãe Bernadete e espera investigação célere para estes e tantos outros casos de violência no campo. Pelo fim do extermínio da comunidade negra. Lutar não é crime.

18 de setembro de 2023



O Grupo de Pesquisa GeografAR – A Geografia dos Assentamentos na Área Rural (POSGEO/UFBA/CNPq) – busca analisar o processo de (re)produção do espaço no campo baiano a partir da correlação de forças que se define pela ação política dos sujeitos sociais organizados.

Comentarios


bottom of page