top of page

PARANÁ | MORADIA E LUTA URBANA NO BAIRRO TATUQUARA, EM CURITIBA

Frente de Organização dos Trabalhadores (FORT)

Imagem: Divulgação/Frente de Organização dos Trabalhadores FORT

As áreas de ocupação do bairro Tatuquara, em Curitiba, organizam caminhada por moradia e contra despejos forçados no dia 15 de agosto (terça), a partir das 9 horas, na direção da regional do Tatuquara, onde esperam entregar a pauta para órgãos públicos, na presença de mandatos parlamentares, organizações populares e com apoio da campanha Despejo Zero.

Mais de 1000 famílias habitam as áreas Britanite, Vila União, Ilha e Pontarola, e, passada a pandemia de covid-19, têm encontrado dificuldades junto aos proprietários das áreas e devido à omissão do poder público para intervir nos conflitos fundiários. Em lugar de reintegração de posse de áreas abandonadas por décadas, os moradores querem negociação, de acordo com as linhas apontadas pelo STF no final de 2022.

Esta é a principal luta de uma experiência recente vinda das comunidades, em parceria com setores progressistas da igreja, chamada Frente de Organização dos Trabalhadores (FORT), onde a Consulta Popular está presente. De acordo com Rosângela Reis, coordenadora da Britanite e do FORT, o lema "Povo Unido, Povo Forte", fala de uma construção voltada à mobilização, ao fortalecimento da organização, da comunicação e da luta popular.

Imagem: Reprodução do Instagram @fort_org. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CvHe3kPOoCH

“Povo forte é um povo que vai à luta de verdade buscar seus objetivos. Não é porque a gente mora em ocupação que a gente é fraco. O FORT é fortaleza. Então, queremos o que? Unir as comunidades, essas pessoas, FORT é união, é através da força, do conhecimento, da luta, que todos os dias aprendemos”, diz.

Local de início da caminhada: ocupação Britanite, Rua Antônio Zanon 190. Tatuquara.

Audiência: Na Regional do Tatuquara, às 10h.

Comments


bottom of page