VIDEORREPORTAGEM: A CRISE DA LIBERDADE DE IMPRENSA NO BRASIL APÓS AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DE 2018

O dia 7 de junho é o Dia da Liberdade de Imprensa no Brasil. Não há o que comemorar. O controle dos meios de comunicação está concentrado nas mãos de seis famílias, não há avanço no debate da necessidade de regulação deste controle e da consequente democratização da comunicação no Brasil. O trabalho do jornalista tem se mostrado cada vez mais perigoso, principalmente quando atua nos terrenos da política, tornando-se comuns agressões verbais, físicas e em alguns casos o assassinato desses profissionais. Além disso, a descredibilização dos veículos de comunicação e a propagação de fake news em larga escala têm sido normalizadas.

Para entender a raiz dessa situação, a jornalista em formação Helenna Castro apresentou no dia 7 de junho de 2022 a "VIDEORREPORTAGEM: A CRISE DA LIBERDADE DE IMPRENSA NO BRASIL APÓS AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DE 2018" ao curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo da Anhanguera Educacional (Itabuna-BA) como Trabalho de Conclusão de Curso. A videorreportagem traz dados da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e da ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF) sobre as violências cometidas contra profissionais do jornalismo, revelando a existência de uma grave crise trabalhista e social da categoria, especialmente após a eleição do presidente Jair Bolsonaro.


Confira a videorreportagem aqui: