top of page

O PENSAR DO POETA

Elias Carlos Arakuã Ete


Poesias: de onde vem?

De lá pra cá, do além.

Do cérebro que pensa,

Repensa.

Há quem diga que são doentes,

Desocupados,

Ou dementes.

Que pena desta gente

Que não consegue parar

Para sentir o coração.

Ouvindo a canção do amor

Que transcende,

Das imagens dos olhos e

Das semelhanças da gente.

Assim como no sorriso de uma criança,

O germinar de uma flor

E o nascer do minadouro da fonte

Que no silêncio rompe

em forma de córrego,

Cria o rio,

Tornando-o oceano:

O pensar do poeta,

Divino e humano.



Elias Carlos Arakuã Ete Tupinambá, licenciado em História pela UESC, técnico em Contabilidade, professor indígena na escola CEITO (Colégio Estadual Indígena Tupinambá de Olivença) em Ilhéus BA.

Comments


bottom of page